Quinta-feira, 25 de Maio de 2006

horizonte de mim

myeyes

Pudesse eu guardar esse olhar
e adormecer eternamente,
Trazer a mim a tua voz,
pintar o que será de nós.
Pudesse eu descobrir as palavras
e o horizonte do teu reflexo
navegar num conto de fadas,
acordar nesse berço.
Pudesse eu ser vento, ser mar,
ser luz de embalar
e no teu ser me afogar!

Mike às 15:41
| Parêntesis | Enlaça-me...
33 comentários:
De conchitamachado a 31 de Maio de 2006 às 22:32
Faz um tempinho que não estou em teu espaço lindo!

Serás BEM-vinda/o em meu canto.

Beijinho
ConchitaMC.




De Princesa a 31 de Maio de 2006 às 17:28

Só vim te dizer ao ouvido...o quanto és importante para mim!

Um beijo meu doce!



De MEDUSA a 31 de Maio de 2006 às 10:47
Pudesse eu assim escrever
O que me vai na alma
O que me assola a mente...
Pudesse eu assim fazer
A noite seria mais calma
A poesia seria mais quente...

Bjos da Medusa


De andreiaa a 30 de Maio de 2006 às 22:44
Mas que poema lindo
Aqueles olhos sao teus ? beijos


De Serpente Emplumada a 30 de Maio de 2006 às 21:01
Pudessemos estar tão perto de outra pessoa, como estamos no coração... Mas no fundo tudo depende da luz que vos embala, se é suficiente para vos unir ou não, se estás disposto a permitir essa luz guiar a tua vida []


De Lilian Paula a 30 de Maio de 2006 às 18:33
Quem dera se eu esse ser que te embala, te aconchega, mas nunca nunquinha iria te afogar!!!
besos


De Anónimo a 30 de Maio de 2006 às 14:53
Na intensidade deste olhar, encontro-me com o teu sentir.Tenho a absoluta certeza que ninguem vai sentir, o que nos já algumas vez sentimos. O tremor, o arrepio, a intensidade, o fulgor, o amor que tivemos a sorte de ter.Felicita-te, sente-te o escolhido, tal como eu o devo fazer, pois só por isso já valeu a pena viver. um bj grande amigo!


De lagoa_azul a 30 de Maio de 2006 às 14:02
Podessemos ser a alma que vagueia nos anseios de um sonhar, de um amor ou de um simples olhar...

A vida é preenchida de condicionalisnos, ou seremos nós que no condicionamos?!!...

Um beijo com carinho


De mj a 30 de Maio de 2006 às 01:52
Perto de ti...

"Pudesse eu SER essse olhar
E adormecer ternamente, no Teu...
Levar-te a minha voz
Contar-te um segredo de Nós!
Pudesse eu dizer todas as palavras,
em silêncio,diante do teu sorriso...
Viver um momento puro e simples,
Enlaçar-te ao amanhecer...
Pudesses ser o meu vento, o meu mar,
ser minha luz neste meu caminhar...
Querer do teu lado navegar!»

Mas não me poderás ler,
Aqui, onde te escrevo,
Não sabes...

No silêncio da noite...

Talvez um dia seja o horizonte de ti, perto de mim
Num momento de Vida!
Talvez um dia te encontre...









De zeze a 29 de Maio de 2006 às 21:09
Olá
Quase tudo em que o Amor nos leva, leva para bem de nós...


Comentar post

Sopro de Vento

My Immortal
Evanescence

Frio

Novembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Março 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Morno

foi em novembro...

amour volant

lado a lado

Laços...

um ano...

eclipse

grito de inocência

pássaro do tempo

amor

rede de luz

Quente

subscrever feeds