31 comentários:
De Mnemosyne a 6 de Setembro de 2006 às 15:08
E assim na nudez do corpo sem vestes se dedilha a essência que entorpece e purifica a alma embriagando o pensamento ... belíssimo :)


De Viola L. a 6 de Setembro de 2006 às 14:03
vejo nas tuas palavras a perfeição de uma flor: Simples, belas , e delicadas !
Como sempre magníficos os teus poemas...
(desculpa a ausência )
Um beijo grande

Viola L.


De mariavaladas a 4 de Setembro de 2006 às 17:35
Vi o o seu link e não contive a curiosidade....simplesmente mágnifico!

Voltarei com mais tempo....

Peço desculpa pela minha ousadia!

Cordialmente.........................................MariaValadas


De Cöllyßry a 1 de Setembro de 2006 às 15:58
Tudo isso é sim...Voltarei
Deixo meu rasto...
Collybry


De Mily a 30 de Agosto de 2006 às 05:08
Passando para deixar um raio de luar enfeitando a tua noite!


De Lindinha a 29 de Agosto de 2006 às 15:49
Vi teu link no blog da Afrodite e minha curiosidade falou mais alto.
Adorei esse lugar. Virei mais vezes, com certeza.
Te desejo uma linda semana!
Beijo no coração...

"Decifra-me... ou devoro-te... Arrisque-se se for capaz."


De Kita a 28 de Agosto de 2006 às 22:45
Continuas a encantar... e desta vez com uma flor. Uma flor encanta em qualquer momento. Uma flor é a oferta de um sorriso.

Deixo-te então uma flor...

Com carinho,
Kita


De Claudia Perotti a 28 de Agosto de 2006 às 22:42
Você transforma qualquer situação ou palavrinha em poesia. Mas não em uma poesia qualquer. As letrinhas emergem do teu oceano mais profundo. E aí .... aí encanta todo mundo que lê!

Beijinhossssssssss


De Princesa a 28 de Agosto de 2006 às 16:53
Laço meu?
Ha um pouco de ti no meu espelho...
Abraço-te muitos muitos...

A (tua) Princesa


De mj a 28 de Agosto de 2006 às 14:52
+++ O meu beijo +++
...
O beijo na plenitude de amar.
Como sempre,
o amor em verso,
feito poema,
voz numa canção...
O Amor...
sempre cantado pelos poetas!

(Para quem não me lerá!)
Quando o beijo é também a saudade,do beijo!
Nas palavras que não digo, silênciadas pelo sonho quebrado de um momento que se quis (e)terno...
Adormece o beijo,onde repousarão os sonhos...
Parto quase em silêncio.
Guardo este beijo na memória de um tempo...
Até sempre!
................................................................................
Em Laços, tantos momentos passei , quando lia, nas palavras que foram companhia de noites de silêncios...
Dos laços... mesmo quando se desatam, ficam sempre os nós!
Lugar de sorriso e mar...onde sempre me senti em paz...
Guardarei este espaço raro e virei, mesmo que em silêncio...
O meu abraço,


Comentar post