Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2006

escondido

Foto de Paulo César em Olhares




Mike às 17:17
| Parêntesis | Enlaça-me...
29 comentários:
De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 18:32
Fazer o q, se é ele o melhor remédio (o tempo)!!!
milhões de bjocasLilian Paula
(http://www.lilianpaula.zip.net)
(mailto:lilianpaula5@bol.com.br)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 18:32
Fazer o q, se é ele o melhor remédio (o tempo)!!!
milhões de bjocasLilian Paula
(http://www.lilianpaula.zip.net)
(mailto:lilianpaula5@bol.com.br)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 19:57
Nem sempre conseguimos dar tempo ao tempo! Nem sempre conseguimos sossegar a alma. Não é fácil ocultar o fogo que arde cá dentro... Mas não vale desistir! Bjs de LuzMoonLight
(http://atmoonlight.blogs.sapo.pt/)
(mailto:moonlight@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 21:03
Ohhhhh.... está bem... fica para a próxima... ;)Beijinho grandeAran_aran
(http://capricornioemim.blogs.sapo.pt/)
(mailto:aran_aran@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 21:31
Desestir nunca!
Realmente o tempo é o melhor remédio!
Ñ te conheço mas as tuas palavras são ternas!
A música é mto gira...adorei...
Beijo F.F.
</a>
(mailto:soraiasamira@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 01:32
também eu ando escondida, como nunca antes revelada, escondida nas costas do tempo que bate no meu peito escancarado, que não soube ter ponteiros nem medida, e que agora não sabe quanto tempo tem neste espaço que ficou do que restou* abraçoanacanela
(http://www.vidadeareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:anacanela@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 09:32
Ocultas e disfarças...eu leio a tua alma no espelho dos teus olhos, e entendo tudo, calada...Um dia prometi-te, e prometi a mim mesma, que ia esperar o bater das horas do teu relógio...e mesmo que o tempo pareça fugir entre as nossas mãos, voar desorientado por aí, eu sei que um dia os nossos ponteiros se vão encontrar e se acertar...Na hora certa, não haverá mais máscaras delicadamente pintadas; não haverá mais segredos ternamente calados; apenas braços abertos e sorrisos rasgados, um renascer à primavera das nossas vidas...tudo isso porque tu mereces, só porque és a pessoa mais pura e sincera que jamais conheci. E se não restar mais nada prometo, prometo que sobrará uma maravilhosa amizade. Beija a Princesa...Princesa
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 11:46
Confio-me cega, nas tuas mãos, onde os teus dedos fazem maravilhas, mesmo quando te escondes e me deixas perdida á tua procura!Mas sossega encontrar-te-ei onde estiveres para te deixar este beijo meu que aqui te deixo em palavras!Magia
(http://www.blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/)
(mailto:cow_girl_red@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 12:39
Não te vejo mas te sinto nas palavras que partem de ti com asas silenciosas do teu sentir e nelas te escondes deixando transparecer o que da tua alma restou. Um beijo enorme aqui deixo para ti :)Neith
(http://www.echoes.blogs.sapo.pt)
(mailto:neith@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 13:31
Assim, camuflado nas asas de um vento que passa veloz... te vais! E fica apenas o perfume da saudade que tatuates em minhas lembranças.
Te beijo, amigo, com carinho.Mily
(http://cantodacalunguinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:calunguinha13@hotmail.com)


Comentar post